Ficou Mais Fácil Ingressos com desconto

Itália    

Veneza

ITÁLIA

    Ficou Mais Fácil: Viajar

Bem Vindo!

Aqui a visita a Veneza na Itália. Nossas experiências pela romântica cidade dos canais com suas famosas gôndolas. Viaje conosco e divirta-se com nossas histórias e dicas!

Este portal está em constante atualização, portanto, siga-nos no Facebook e inscreva-se no nosso canal no Youtube, para ser notificado sempre que fizermos novas postagens. Fique em dia com os novos destinos e aventuras. Ajude-nos a manter este portal divulgando o nosso trabalho para seus amigos e parentes.



Uma viagem para a Itália não é muito fácil de programar. Afinal, dá vontade de visitar todas as regiões do país ao mesmo tempo. Sabíamos que iríamos para Roma e a partir de lá seguiríamos para algum outro destino. A região da Toscana foi facilmente definida. Sempre quis conhecer as famosas cidades medievais, além de Pisa, Siena e Florença. Aí veio aquela pergunta cruel: Vamos chegar a Florença e não vamos a Veneza? São aproximadamente 340 km, mas como estaríamos só eu e meu marido, passear em uma das gôndolas pelos canais de Veneza cairia muito bem. Então montamos o roteiro Roma - Toscana - Veneza.

 
(Decidido. Vamos para Veneza.)

Veneza é um labirinto de pequenos e grandes canais espalhados por toda a cidade. É uma cidade bem diferente. Um tanto pitoresca e poética eu diria. Os comentários sobre a cidade são bem diversificados e contraditórios. Creio que sua impressão de Veneza, vai depender muito do seu estilo e do próprio tempo na cidade. Mas fato é que ninguém pode deixar de conhecer Veneza, mesmo que seja para dizer que não gostou. No meu caso, gostei do passeio embora tenha achado a cidade feinha e com aspecto de favela, mas não achei fedorenta como muitos dizem. Contudo, fomos no outono e normalmente o mau cheiro é maior no verão.

 
(Há lugares mais bonitos)

Independente desse aspecto ruim das construções, o meu objetivo lá era andar de gôndola, em um passeio bem romântico. O passeio pelos canais é uma atração obrigatória para quem visita Veneza. E foi fantástico mesmo! Um perfeito exercício de romantismo. Com gondoleiros uniformizados como nos filmes. De cara, avistamos a Igreja San Simeone Piccolo, cuja fachada é inspirada no Pantheon e a cúpula lembra a da igreja de Santa Maria della Salute. Adorei! Aproveitei para reparar na riqueza de detalhes da embarcação: a curvatura da gôndola, o apoio dos remos talhado em uma única peça de madeira e os pequenos adornos com detalhes dourados. Fomos com profissionais credenciados, que podem ser encontrados nos arredores da Ponte Rialto e da Piazza San Marco. Há alguns trajetos básicos, passando ora pelo Grand Canal, ora por estreitos canais em bairros internos. Não é muito barato. Um passeio rápido sai por no mínimo 80 euros. Mas para nós valeu a pena. Foi muito bom!

 
 
 
(Muuuuito romântico)

Caminhe entre aquelas ruelas e siga em frente, sem rumo. Quem não se perde em Veneza acaba perdendo Veneza. Mesmo porque é impossível seguir algum mapa ou trajeto pré-definido, pois não há no mundo cidade igual. Compre o passe do Vaporetto que é o transporte público da cidade, para fazer um passeio panorâmico. Ele segue por todo o Grande Canal e passa pelas principais atrações da cidade, como o Ca'D'Oro, a Ponte Rialto, o Ca'Pesaro, Academia de Belas Artes, Salute e, é claro, a Praça de São Marcos.

 
(Navegar é preciso)

Para hospedar-se, os hotéis no continente são mais confortáveis, têm diárias mais em conta e não é preciso passar por nenhuma ponte ou pegar qualquer barco. Mas se está em Veneza, o ideal é dormir num prédio multicentenário, em uma daquelas vielas insalubres, para viver uma típica experiência veneziana. Entretanto, é preciso disposição. Afinal, as pontes cheias de degraus e com os altos preços do transporte aquático, você poderá se arrepender da aventura. Também é possível hospedar-se em cidadezinhas próximas e fazer um bate e volta. Mas se for só passar o dia, organize sua bagagem. As pontes em Veneza têm escadas, portanto rodinhas não adiantam. Separe o que vai precisar numa bolsa ou mochila e deixe a mala principal no guarda-volumes da estação de trem, se for o caso.

 
(Andar e navegar, o melhor jeito de conhecer Veneza)

Uma antiga tradição veneziana, sãs as máscaras do carnaval de Veneza. Você encontrará lojas e barracas nas ruas com máscaras de todas as formas, cores, tamanhos e, até mesmo, de vários preços. Pague um pouquinho mais, mas traga as de porcelanas. São lindas! Logo ao chegar na cidade você já encontrará algumas barracas.

 
(As tradicionais máscaras de carnaval)


NOSSAS MÍDIAS

YouTube   Facebook   Instagram   Twitter





Alugue seu Carro aqui




Reserve seu Hotel aqui


Booking.com

Quem Somos    O Projeto    Mapa do Site    Fale Conosco

© Ficou Mais Fácil